Archive for the ‘4ª Edição’ Category

Gorbachev funda e lidera movimento social-democrata

Outubro 21, 2007

gorbachev.jpgMikhail Gorbachev, o último líder da União Soviética (URSS), foi eleito, no sábado, para o cargo de responsável máximo da União dos Social-Democratas, por si fundada, com o objectivo assumido de defender os princípios da democracia na Rússia.

Gorbachev, de 76 anos, afirmou diante de cerca de duas centenas de delegados do congresso constituinte do novo movimento o seu empenhamento em “libertar o país das forças extremistas” e promover os valores do liberalismo, deixando ainda claro que a nação russa “não deve renunciar à Europa. A Rússia é parte da civilização europeia”.

Este é o segundo partido político liderado por Gorbachev nos últimos três anos e, segundo os analistas, será improvável que seduza os liberais russos, que se encontram muito divididos.

É de salientar que Gorbachev é mal visto pelos russos, que o culpam pela degradação económica e social consequente da implosão da URSS, apesar de no estrangeiro ser admirado principalmente por ter acabado com a Guerra-Fria.

Em 2001, Gorbachev criou o Partido Social-Democrata da Rússia mas, três anos volvidos, apresentou a demissão da liderança, acabando esta força política por se dissolver.

O «pai da perestroika» tem demonstrado publicamente muita preocupação pelo estado da democracia na Rússia, sem tecer quaisquer críticas contra o actual presidente russo, Vladimir Putin, chegando mesmo a afirmar que “deposita esperanças na gestão do presidente Putin”.

A nova formação política de Gorbachev não poderá, no entanto, participar nas eleições legislativas de Dezembro, uma vez que a data limite para a inscrição de partidos já foi ultrapassada. O antigo dirigente comunista garantiu ainda que não se irá candidatar às presidenciais de 2008.

Texto: Sérgio Mendonça

Fontes: Lusa / France Presse

Foto: Britannica Online Encyclopedia

Anúncios

Resgatados 15 corpos de imigrantes ilegais mortos em naufrágio

Outubro 21, 2007

barco_imigrantes_ilegais.jpgAs autoridades do México resgataram 15 cadáveres de imigrantes da América Central que viajavam num barco que se virou no oceano Pacífico, conforme anunciou no sábado a marinha mexicana.

Noemi Martinez, uma mulher salvadorenha, sobreviveu ao naufrágio e afirmou que o barco havia partido da Guatemala, tendo-se virado na passada quinta-feira, com mais de vinte pessoas a bordo.

Outro sobrevivente, de 23 anos e também salvadorenho, já foi identificado pelas autoridades, que decidiram suspender as buscas no sábado devido às fortes chuvas que se faziam sentir.

As buscas contaram com o auxílio de um helicóptero militar e incidiram principalmente nas zonas das praias junto às cidades de San Francisco Ixhuatan e San Francisco del Mar, a cerca de 320 quilómetros da fronteira com a Guatemala.

O delegado da protecção civil de Oaxaca revelou que “há informações sobre mais vítimas, mas o tempo não permite sair para o mar”.

O naufrágio mostra uma tendência cada vez maior para a utilização de barcos no transporte de imigrantes ilegais provenientes da América Central e tendo como destino os Estados Unidos da América, sem passar, obviamente, pelos controlos nas auto-estradas mexicanas.

Texto: Sérgio Mendonça

Fonte: Lusa

Foto: USA Today

Acidente em Espanha fere portugueses

Outubro 20, 2007

autopista-palencia.jpeg

Quatro trabalhadores portugueses da construção civil ficaram feridos na consequência de um grave acidente de viação ocorrido perto de Villasarracino, na região de Palência, Espanha.

Ao todo, viajavam nove portugueses, sendo que quatro ficaram internados em estado grave no hospital de Palência e os restantes cinco obtiveram já alta.

Neste momento, as famílias já foram informadas do acidente e o consulado português em Salamanca já está a acompanhar a situação dos nove portugueses que trabalham numa empresa da construção civil na cidade de Bilbao.

Texto: Fábio Canceiro

Fonte: Lusa